APÓS AÇÃO DA PF, VEREADORES DE ILHÉUS SEGUEM FORAGIDOS

Vereadores Tarcísio Paixão e Lukas Paiva seguem foragidos

Após operação que ocorreu em Ilhéus na manhã desta quarta-feira (15), (veja aqui) o secretário de agricultura de Ilhéus, no litoral sul, Valmir Freitas do Nascimento, e dois empresários do município, identificados como Cleomir Primo Santana e Aêdo Laranjeiras de Santana, foram presos. Entretanto outros dois mandatos ainda estão em aberto e são direcionados a dois ex-presidentes da câmara de Ilhéus. 

Os dois vereadores são Tarcísio Paixão, que comandou a Casa entre 2015 e 2016, e Lukas Paiva, que presidiu o Legislativo local entre 2017 e 2018. Além deles, também são considerados foragidos um servidor da Câmara e um empresário. O vereador Ademir Almeida também foi afastado após as ações da “Operação Xavier”, que é um desdobramento da “Operação Citrus”.

Com estes ocorridos, três vagas ficaram em aberto na câmara de vereadores do município. Segundo informações do “O Tabuleiro”, os suplentes Gilmar Sodré, Zé Neguinho e Augustão podem assumir as cadeiras na câmara. O fato se concretiza caso a prisão preventida seja prorrogada e os vereadores fiquem mais de 120 dias afastado das atividades legislativas.

Rolar para o topo